Por meio da gestão de unidades de saúde desde a atenção básica à alta complexidade, o Instituto Sócrates Guanaes oferece atendimento digno à população e disponibiliza campos de estágio propícios para a formação de profissionais capacitados, a fim de cuidar da saúde da nossa gente.
Entendemos por Gestão em Saúde a capacidade de gerir assistência médica e multiprofissional, promover atenção básica à saúde, reabilitar quando viável e cuidar sempre, com qualidade e o melhor custo possível, tendo como princípios a ética e a humanização.
Atualmente, gerimos quatro unidades de saúde:
• Hospital Regional Jorge Rossmann, em Itanhaém, (desde 2017).
• Hospital Estadual Azevedo Lima (HEAL), em Niterói, no Rio de Janeiro (desde 2014).
• Condomínio Solidariedade, em Goiânia, Goiás (desde 2014).
• Hospital de Doenças Tropicais Dr. Anuar Auad (HDT/HAA), em Goiânia, Goiás (desde 2012).

Conheça a seguir unidades e programas que já foram geridos pelo instituto

Hospital Estadual Roberto Chabo (HERC) - Araruama, Rio de Janeiro
Gestão Setembro/2013 - Janeiro/2017


Em setembro de 2013 o Instituto Sócrates Guanaes venceu a licitação para assumir a gestão do Hospital Estadual Roberto Chabo (HERC), em Araruama. Nos 43 meses de administração, em parceria com o Estado, o HERC tornou-se um hospital reconhecido como modelo na saúde do Estado do Rio de Janeiro, com conquistas significativas como: Conceito A em Termo de Referência da SES pelo atingimento de metas quantitativas; Prêmio Qualidade Rio por Excelência em Gestão; Menção Honrosa pela Câmara Municipal de Iguaba Grande; Certificado de Nível de Gestão, pela GesPública; Certificado de Hospital Amigo do Idoso (primeiro hospital Público do Rio de Janeiro a implementar o projeto Hospital Amigo do Idoso).

Diante do momento economicamente difícil pelo qual o estado do Rio de Janeiro atravessava e apesar de todos os esforços do ISG, não foi possível dar continuidade à gestão, considerando o elevado nível de inadimplência com o contrato. Em consenso com a Secretaria Estadual de Saúde (SES), entendemos ser mais adequado que a própria SES decidisse o destino do HERC.

Estrutura: 87 leitos, UTI adulto, neonatal e pediátrica, Emergência, Clínica Médica, Centro Cirúrgico, laboratório clínico e de imagem.

Produtividade: Durante todo o período de gestão foram realizados cerca de 34 mil atendimentos de urgência, emergência e ambulatoriais, mais de 8 mil internações; 7,5 mil cirurgias, 77,5 mil exames de imagem e 335,3 mil exames laboratoriais.
Festas Populares - Salvador, Bahia
Gestão desde Gestão 2011-2015


O início da gestão ISG na Prestação de Serviços de Saúde para as festas populares de Salvador (Contrato de Gestão 058/2011) permitiu atender a um acréscimo extraordinário na demanda não só durante o Carnaval, mas em todas as festas da cidade. Por ano, são 41 eventos que atraem turistas de todo o Brasil e de várias partes do mundo.

O Carnaval de Salvador é uma das maiores festas de participação popular do Brasil. Criado e mantido pelo povo, atrai multidões com mais de 2 milhões de foliões baianos e turistas. O trabalho demandava em média 13 Postos de Atendimento onde eram envolvidos mais de 500 profissionais. Segundo informações da Secretaria Municipal de Saúde, mais de 7 mil atendimentos eram realizados por ano, desde simples curativos até cirurgias de alta complexidade.
Para assegurar atendimento de urgência e emergência 24 horas, eram oferecidos serviços de saúde técnico e especializado com aspectos preventivos, assistenciais, curativos e no âmbito geral.
Hospital Estadual da Criança (HEC) – Feira de Santana, Bahia
Gestão 2010-2012


O ISG venceu o processo de licitação (Edital 004/2010, contrato de gestão 040/2010) para implantação, operacionalização e gestão do HEC. A unidade foi concebida para ser referência nacional no atendimento às especialidades pediátricas de média e alta complexidade e na formação de profissionais capacitados para oferecer assistência às crianças da Bahia, cumprindo sua função de Hospital de Ensino.

Nos primeiros dois anos de gestão do ISG, a unidade se tornou referência pela qualidade, eficiência e humanização da assistência e pela formação de seus recursos humanos.

Estrutura: 317 leitos, sendo 37 Unidades de Pronto Atendimento, 40 de UTI Pediátrica, 30 de UTI Neonatal e 210 de internamento; 10 salas cirúrgicas e um avançado Serviço de Apoio Diagnóstico e Terapêutico (SADT). O hospital foi planejado para ser o segundo maior hospital pediátrico no atendimento de alta complexidade do Brasil.
Programa de Saúde da Família (PSF) Prefeitura Municipal de Salvador
Gestão 2006-2008


Em novembro de 2006, o ISG firmou o contrato de gestão SMS/ISG-PSF 015/2006 - Gerenciamento Técnico e Administrativo - para implantação e desenvolvimento de estratégias dos Programas de Saúde da Família e de agentes comunitários em Salvador. Iniciou as atividades com 26 equipes do Programa de Saúde da Família (PSF), 14 equipes de saúde bucal e 11 equipes de Programa de Agentes Comunitários de Saúde (PACS) nos distritos sanitários de Cajazeiras, Liberdade, Centro Histórico, São Caetano e Valéria.
Instituto do Coração da Bahia (INCOBA) - Salvador, Bahia.
Gestão 2006-2007


O ISG venceu o processo de licitação para gerir a primeira Unidade de Assistência em Alta Complexidade Cardiovascular da Bahia, o Hospital Ana Néri – SESAB/INCOBA. Implantou e realizou serviços de saúde com qualidade, eficiência e humanização, agregando benefícios para a população e o governo do Estado. Cumpriu as metas operacionais, financeiras e de produtividade pactuadas e promoveu ainda ações de ensino e pesquisa nas áreas de cardiologia e cirurgia cardiovascular. Este trabalho foi a pedra angular para implantação do sistema e da Rede de Atendimento Cardiovascular do Estado da Bahia.

Hospital da Cidade (HC) - Salvador, Bahia
Gestão 2002-2008



Inaugurado em 18 de fevereiro de 2000, foi planejado e implantado pelo Dr. André Guanaes na condição de sócio-fundador e também mentor do ISG. Concebido para oferecer atendimento de qualidade e assistência humanizada a uma parcela importante da cidade de Salvador, o hospital logo se tornou referência no atendimento e na formação de recursos humanos em Medicina Crítica (Emergência e UCI), funcionando como Hospital de Ensino.

Estrutura: 110 leitos, sendo 30 de UCI, 20 de Emergência e 5 salas cirúrgicas.
Produtividade anual: 3 mil procedimentos cirúrgicos, 50 mil atendimentos de emergência, 30 mil consultas ambulatoriais e 150 mil procedimentos diagnósticos.