Maternidade do Azevedo Lima: 38 anos de atendimento à população

11 de ABRIL de 2018

12 de abril, dia do Médico Obstetra

Por Olenka Lasevitch e Raphael Silva

Obstetra é aquele profissional da medicina que acompanha uma mulher durante o período de gestação, parto e pós-parto. Segundo o Coordenador Médico da Maternidade do Hospital Estadual Azevedo Lima (HEAL), em Niterói, Dr. Carlos Malvone, “é uma especialidade com muitas peculiaridades. Tem que gostar muito do que faz”. Em homenagem a este profissional, cuja data se comemora em 12 de abril, trazemos uma matéria sobre a Maternidade do HEAL, responsável hoje por cerca de 40% dos procedimentos médicos realizados no hospital.

A Maternidade começou a funcionar no Azevedo Lima na década de 1980, logo após a transformação da unidade em hospital geral. “Naquela época havia um déficit de maternidades públicas na região”, conta Dr. Malvone, que trabalha no setor desde a sua criação. Inicialmente eram feitos entre 30 e 40 partos mensais e o perfil do setor era de baixo risco. Bem diferente de hoje, quando são realizados cerca de 350 partos mensais, além dos procedimentos de alta complexidade, como curetagem e tratamentos de prenhez tubária, além de internação e acompanhamento de mulheres em gravidez de alto risco.

No início da década de 2000, foram implantados os alojamentos conjuntos, quando os bebês passaram a ficar junto com as mamães. Consequentemente houve a finalização do berçário, dando assim espaço à criação da UTI Neonatal, mudando o perfil da Maternidade do Azevedo Lima, que consolidou sua importância na Região Metropolitana II, tanto quanto maternidade como também pelo foco no alto risco.

Atualmente, a Maternidade que é de “portas abertas” à população, dispõe de Enfermaria de Alto Risco, Alojamento Conjunto, Centro Obstétrico com duas salas de pré-parto, duas salas de cirurgia e uma sala de parto vaginal. Do total de números de partos mensais, cerca de 40% são cesáreas. E, assim como nas unidades públicas em geral, não são realizadas cesarianas eletivas, ou seja, o procedimento só é realizado por indicação médica precisa.

Para o atendimento às pacientes, o setor dispõe de uma equipe multidisciplinar composta por profissionais do serviço psicossocial, fonoaudiólogos, enfermeiros e médicos plantonistas e de rotina. “Nossa equipe segue os protocolos do Ministério da Saúde nos atendimentos tanto de alta quanto de baixa complexidade. São protocolos científicos que objetivam unificar e qualificar as condutas e rotinas”, explica Dr. Malvone.

A Maternidade disponibiliza a Declaração de Nascido Vivo (DNV), que é emitida pelo próprio setor, além de possuir um cartório e posto do Detran para auxiliar as famílias na documentação das crianças, como a Certidão de Nascimento e até a carteira de identidade da criança. Dr. Malvone lembra que a equipe está preparada também para os procedimentos de interrupção de gravidez previstos na legislação: casos de estupro, risco de vida materno e anencefalia.

“O Azevedo Lima dispõe de uma equipe de médicos, enfermeiros e fonoaudiólogos de alto padrão e comprometimento na Maternidade . É uma grande equipe!”, finaliza.





ÚLTIMAS NOTÍCIAS