Cuidados com a Conjuntivite Aguda

28 de FEVEREIRO de 2018

Por Olenka Lasevitch

Uma das doenças com maior incidência no verão é a conjuntivite. Ela aparece na membrana que recobre a parte branca do olho e tem grande capacidade de infecção devido à circulação do vírus com mais facilidade no ar por causa das altas temperaturas e umidade nesta época do ano. Os principais sintomas da conjuntivite são: coceira, olhos vermelhos e lacrimejantes, com sensação de areia ou ciscos, secreção, pálpebras inchadas e grudadas ao acordar, além de visão borrada. É transmitida pelo contato com as mãos, secreção ou objetos contaminados, como maçanetas, toalhas e água de piscina. Em ambientes fechados e com grande circulação, o risco de contaminação aumenta. A enfermeira do trabalho do Hospital Estadual Azevedo Lima, em Niterói, Márcia Gomes, alerta aos profissionais de saúde que a melhor forma de se precaver é sempre lavar as mãos antes e depois do atendimento ao paciente e sempre usar luvas nos procedimentos diretos com o enfermo. A limpeza deve ser intensificada em maçanetas, telefones, teclados de computadores e elevadores, ou seja, objetos de uso comum. “Ao observar qualquer sinal de conjuntivite, é importante procurar atendimento profissional especializado e não se automedicar. O tratamento deve ser seguido conforme a conduta médica para que se obtenha a cura e se evite a disseminação entre os colegas”, finaliza.




ÚLTIMAS NOTÍCIAS