Hospital Estadual Azevedo Lima recebe a primeira doação de órgãos de 2018

07 de FEVEREIRO de 2018

O Hospital Estadual Azevedo Lima, em Niterói, recebeu na semana passada, a primeira doação de órgãos deste ano. O procedimento foi realizado já sob as novas normas regidas pelo Ministério da Saúde e pelo Conselho Federal de Medicina para diagnóstico e protocolo de morte encefálica. Os primeiros órgãos doados foram fígado, rins e córneas.

 As mudanças na norma permitirão maior agilidade no processo de captação, reduzindo o tempo de fechamento do protocolo e aumentando a chance de sucesso na operação. Uma das principais medidas será a eliminação da obrigatoriedade de um neurocirurgião para avaliar os casos de morte encefálica, que poderá ser feita também por um intensivista, por profissionais médicos com experiência superior a cinco anos na identificação de morte encefálica ou por profissionais com treinamento para o procedimento, segundo o especificado na nova norma. A capacitação para os profissionais de saúde está sendo desenvolvida pelo Programa Estadual de Transplantes (PET).

O Azevedo Lima ficou entre os primeiros colocados do PET em captação de órgãos no ano de 2016. Para o Coordenador da Comissão Intra-Hospitalar de Doação de Órgãos e Tecidos para Transplante (CIHDOTT) do hospital, Enfermeiro Maximiniano Martins, "o mais importante de todo o procedimento é a necessidade do acolhimento familiar por toda equipe assistencial do paciente. Em breve vamos retomar os processos internos do programa de coração-parado, objetivando a maior captação de córneas”.




ÚLTIMAS NOTÍCIAS