Azevedo Lima e o Novembro Roxo

30 de NOVEMBRO de 2017

Por Raphael Silva

 Novembro também é conhecido como o mês roxo. Trata-se da Campanha Mundial da Prematuridade que, assim como o Novembro Azul, é celebrado por todo mês.

A ação foi criada em 2009 com o objetivo de alertar sobre o crescente número de partos prematuros, além de informações como as consequências para o bebê e sua família, incentivando o convívio e o contato.

Em todo mundo é comemorado esse trabalho, são 15 milhões de bebês que nascem assim. No ranking mundial, o Brasil ocupa o 10º lugar geral, com 340 mil nascimentos, conforme informa Revista da Saúde. O Azevedo Lima é uma das unidades hospitalares da rede pública que tem uma atenção a essas situações. A unidade atendeu, entre 2016 e outubro 2017, mais de 790 casos de nascimentos prematuros. A UTI Neonatal é o setor responsável pelos zelos com esses pequenos pacientes, dando não só os cuidados necessários aos pequeninos como também as orientações aos pais e familiares. Entre os procedimentos que o Heal utiliza nesses casos, existe o Método Canguru, uma técnica para incentivar o contato entre pais e bebês, permitindo uma sensação de proteção e segurança similar à do útero.

Prematuros são bebês que nascem antes de completar a idade gestacional, que ocorre a partir de 37 semanas. É o caso do Eitor de Oliveira Brigido que nasceu no Heal com 34 semanas. Carla Cristina de Oliveira Brigido, mãe do menininho, tem acompanhado há 11 dias o método: “Eitor é meu terceiro filho, e apesar disso, estou vivendo uma nova experiência com as instruções que recebo, aqui, diariamente, desde a maneira de segurar e amamentar até os cuidados em casa. Estou conseguindo acompanhar o desenvolvimento dele, consigo fazer parte disso. Descobri que com ele o cuidado tem que ser diferente desde agora.”.  




ÚLTIMAS NOTÍCIAS