ISG Saúde - Instituto Sócrates Guanaes | isgsaude.org 

Unidades comemoram o dia dos Assistentes Sociais

15 de MAIO de 2020

Em um momento no qual a distância social vem sendo orientada por questões de saúde pública, é muito importante o desenvolvimento de relações de respeito e afeto com as pessoas que ficam impedidas de se aproximar dos seus familiares internados por causa do novo coronavírus. E essa é uma das principais funções dos assistentes sociais. Eles ajudam a tornar o dia a dia dos hospitais mais humanos e acolhedores. A estes profissionais compete a intervenção junto aos pacientes e familiares para orientar quanto à rotina institucional e promover a socialização com as equipes multiprofissionais, para que as informações relativas aos pacientes possam ser devidamente encaminhadas. 

 

Neste 15 de maio, quando se comemora nacionalmente o dia do assistente social, unidades gerenciadas pelo ISG promoveram ações como exibição de lives sobre o trabalho da categoria durante a pandemia, distribuição de brindes, mensagens e cartazes em homenagem à data para postagem nos quadros de avisos, e-mails e redes sociais. 

 

A assistente social Cleide Cruz, responsável técnica pelo setor no Hospital Estadual Azevedo Lima, no Rio de Janeiro, destaca que os pacientes chegam à unidade hospitalar em busca de atendimento clínico, mas junto com os problemas de saúde vêm as questões sociais e os conflitos familiares. “Nosso trabalho é mediar esses conflitos e buscar a garantia de direitos. No cenário da pandemia, estamos em um contexto de trabalho único e ainda mais desafiador. Por isso, quero parabenizar as equipes do Serviço Social não apenas pelo seu dia, mas principalmente pelo seu empenho, dedicação, compromisso com a garantia dos direitos e comprometimento ético”. 

 

“Ultimamente temos sido nós que entramos em contato com a família dos paciente com Covid, somos a voz do hospital, ajudamos nas chamadas de vídeo para que possam trocar afeto e continuar nutrindo suas relações mesmo em isolamento”, explicou Débora Alves de Sousa, assistente social do Hospital Regional do Litoral Norte (HRLN), em SP.

 

Recentemente, a filha de uma paciente internada com Covid no HRLN deu o seguinte depoimento à Ouvidoria do hospital: “Agradeço imensamente pelo presente que recebi da equipe de UTI e da assistência social ao realizarem uma chamada de vídeo com minha mãe. Todo o carinho e atenção que venho recebendo dos profissionais tem deixado a minha família menos preocupada e certa de que a minha mãe está sendo bem cuidada. 

 

O ISG homenageia todos esses profissionais que em suas grandiosas responsabilidades trazem ainda mais humanização às relações entre as unidades e as populações atendidas.




ÚLTIMAS NOTÍCIAS