ISG Saúde - Instituto Sócrates Guanaes | isgsaude.org 

Pedro Henrique, o pequeno herói do HRR

13 de DEZEMBRO de 2019

Por Mônica Bockor

Hospitais estão repletos de casos de superação. Histórias como a do pequeno Pedro Henrique, que em seus primeiros meses de vida passou por 13 cirurgias e permaneceu internado na UTI Pediátrica do Hospital Regional de Registro (HRR) por 115 dias. Pedro Henrique nasceu com Mielomeningocele e Hidrocefalia. Seu quadro foi agravado por infecções e outros problemas surgiram. Apesar de toda a gravidade do caso, ele sempre foi encorajado pela determinação de toda a equipe, que em nenhum momento deixou de acreditar na grandeza de sua força. 
“O Pedro Henrique veio para a nossa unidade logos após o nascimento para a correção de um defeito na coluna e medula espinhal e para o tratamento da hidrocefalia. Após inúmeros procedimentos cirúrgicos, nós tivemos o êxito da alta hospitalar sem a válvula no cérebro, o que seria um corpo estranho para o bebê. Isso só se tornou possível aqui na região após a implantação do HRR, um hospital de alta complexidade, com profissionais qualificados e toda a estrutura necessária que permitem que procedimentos como esse sejam realizados no Vale do Ribeira”, destaca a diretora técnica do HRR, Dra. Manuella Amaral Faria.
O neurocirurgão do Hospital, Dr. Daniel França, explica que a hidrocefalia é o acúmulo anormal de líquido no cérebro. No caso do Pedro Henrique, foi possível realizar a endoscopia cerebral para tratar o problema. “Com essa técnica, conseguimos criar um novo caminho no cérebro para o líquido escoar e, para a nossa alegria, a criança evoluiu com rápida melhora dos sinais de hidrocefalia e 15 dias depois recebeu alta hospitalar já conseguindo inclusive mamar”, comemora o Dr. Daniel. 
“Meu filho é um guerreiro. Quero agradecer ao Hospital Regional de Registro por todo o carinho, por todo o apoio. Porque um ambiente que muitas vezes é triste, para mim se tornou acolhedor. O sentimento que tenho é de gratidão a todos os profissionais que acolheram tão bem o meu filho e que lutaram tanto pela vida dele. Por muitos dias, ele foi a criança mais grave da UTI Pediátrica e mesmo assim ninguém nunca desistiu dele, sempre persistiram e hoje ele pode ir pra casa, conhecer a irmã”, relatou Stephany, mãe do Pedro Henrique, no dia em que ele recebeu alta - 9 de outubro. Na semana passada, dois meses após a alta do bebê, Stephany enviou uma foto do Pedro Henrique para a equipe do hospital. Lindo e cheio de vida, ele é um dos exemplos que renovam a esperança de cada profissional da saúde comprometido com a missão do ISG, de cuidar e salvar vidas. 

Stephany com o filho Pedro Henrique em outubro/2019, quando ele recebeu alta

Dois meses após a alta



ÚLTIMAS NOTÍCIAS