ISG Saúde - Instituto Sócrates Guanaes | isgsaude.org 

Novembro Roxo: Ser mãe de um bebê prematuro exige muita fé, força, equilíbrio e determinação!

21 de NOVEMBRO de 2019

Por Olenka Lasevitch

Em novembro homenageia-se o Dia Mundial da Prematuridade, também conhecido como Novembro Roxo, quando se busca discutir e combater as causas que levam ao parto antecipado. Em homenagem à data, uma equipe de profissionais da UTI Neonatal do Azevedo Lima promoveu uma roda de conversa, seguida de lanche, para mães de bebês internados na unidade, além de sessão de fotos com os bebês. Durante o evento, as mães receberam informações sobre direitos de gestantes e puérperas (mães recentes), como o posto para registro dos bebês e a licença maternidade. Também foi proposta uma dinâmica, na qual as mães falaram da experiência de serem mães de bebês prematuros e registraram frases como fé, força, equilíbrio e determinação. “Neste tempo difícil, por estarmos fora de casa, nos ensinam no hospital a cuidar do bebê que a gente nunca esperava que fosse chegar antes”, disse uma das mães presentes. “Olhando a força que eles têm para vencer, fico pensando que direito eu tenho de reclamar de alguma coisa na vida. Eles são mais fortes do que a gente. Ao fim, são eles que nos ensinam”, relatou outra mãe. A responsável técnica da Fisioterapia, Fabiana Diaz, endossou o depoimento das mães, ressaltando a capacidade que um bebê prematuro tem de fugir do padrão e surpreender a equipe médica e até a ciência. “Eles fogem de padrões e nos possibilitam uma festa a cada avanço, a cada dia em que ficam pertinho de nós”. Para fechar o evento, a coordenadora médica da UTI Neonatal, Dra. Cristine Delgado, leu o texto “Mãe de Prematuro”, emocionando todos os presentes.

Mãe de prematuro (trecho)

“Toda mãe é um ser guerreiro por natureza. Mas a mãe de prematuro precisa ser guerreira em dobro. E isso nos difere e ao mesmo tempo nos iguala. Lutadoras, perseverantes, resilientes, frágeis a ponto de desabar a qualquer momento, mas com uma força absurda. Uma força que talvez venha de um útero vazio antes do tempo. Assim são as mães dos bebês que nascem antes..."




ÚLTIMAS NOTÍCIAS