ISG Saúde - Instituto Sócrates Guanaes | isgsaude.orge 

Sífilis e sífilis congênita: um mal fácil de prevenir

18 de OUTUBRO de 2019

3º sábado de outubro – Dia Nacional de Combate à Sífilis


Segundo o Ministério da Saúde, o Brasil vive uma epidemia de sífilis, uma infecção bacteriana transmitida pelo contato sexual ou pelo sangue contaminado. Quando a infecção é transmitida de mãe para filho durante a gestação, ela é chamada de transmissão vertical, que vai dar origem à sífilis congênita. Para enfatizar a importância do diagnóstico e do tratamento adequados da doença, foi instituído no Brasil o Dia Nacional de Combate à Sífilis e à Sífilis Congênita, no terceiro sábado de outubro. O objetivo é aumentar a conscientização da população para uma doença de fácil identificação e tratamento, mas que continua produzindo muitas vítimas, principalmente entre recém-nascidos.

Nas unidades do Instituto Sócrates Guanaes que dispõe de maternidade, que são o Hospital Regional Jorge Rossmann, em Itanhaém (SP), e o Hospital Estadual Azevedo Lima, em Niterói (RJ), o que se observa é o aumento na quantidade de notificações de bebês com sífilis congênita, o que poderia ser facilmente evitado com o acompanhamento do pré-natal. Nos nove primeiros meses de 2019, o Hospital de Itanhaém registrou aumento de 21,11% nas notificações em relação ao ano anterior. Já o Azevedo Lima tem notificado 13,7% a mais no mesmo período, com média de 30 casos de sífilis congênita por mês ao longo de 2019. Segundo o coordenador da Maternidade do Azevedo Lima, Dr.Carlos Malvone, quando um bebê nasce com sífilis congênita, permanece por cerca de 10 dias a mais no hospital somente para o tratamento da doença.

O primeiro sintoma da sífilis é uma ferida na genitália, reto ou boca, que não dói, mas o desenvolvimento da doença passa por diversos estágios e, nos mais avançados, os sintomas variam desde irritações na pele até danos no cérebro, nervos, olhos e coração. A sífilis congênita pode causar aborto, parto prematuro ou bebês natimortos.

O diagnóstico da doença requer exames laboratoriais ou de imagem e o tratamento é feito com penicilina. No caso da prevenção à sífilis congênita, é importante o acompanhamento das gestantes durante o pré-natal. O teste da sífilis é rápido e gratuito e pode ser feito em qualquer posto de saúde. O tratamento é oferecido gratuitamente pelo SUS. O uso regular da camisinha masculina ou feminina é uma medida importante para prevenção à sífilis.





ÚLTIMAS NOTÍCIAS