ISG Saúde - Instituto Sócrates Guanaes | isgsaude.orge 

No HRR, microcirurgia reconstrutiva inédita recupera o pé de um pedreiro

04 de OUTUBRO de 2019

Desde que iniciou o atendimento em Ortopedia, em janeiro deste ano, o Hospital Regional de Registro já beneficiou 600 pacientes com cirurgias ortopédicas

Após cair de uma obra em Miracatu, o pedreiro Mauro Sanches de Lara, 62 anos, corria o risco de ter o pé esquerdo amputado devido à gravidade da lesão. Encaminhado ao Hospital Regional de Registro (HRR), ele passou pelo primeiro retalho microcirúrgico anterolateral da coxa para cobertura de lesão no dorso do pé. Inédita no Vale do Ribeira, a cirurgia realizada no dia 24 de setembro pelo ortopedista Dr. Alysson Figueiredo Nogueira durou nove horas. O paciente havia sofrido fratura exposta e infecção.
Na microcirurgia, o médico utiliza o microscópio cirúrgico para fazer o ligamento de artérias, veias e nervos de uma área muscular retirada da coxa e transportada para o pé. “Para entender o tamanho da dificuldade do procedimento, em uma cirurgia convencional, utilizamos o nylon 4.0 para dar pontos e, na microcirurgia, é usado o nylon 9.0, muito mais fino que um fio de cabelo e que precisa do uso de um microscópio para ajudar a fazer a operação”, exemplifica o Dr. Leandro Gregorut Lima, coordenador de Ortopedia e Traumatologia do HRR.  
Se recuperando da cirurgia, Mauro se sente aliviado. “Quando o médico falou da possibilidade de perder o pé, meu psicológico ficou muito abalado. Mas deu tudo certo!”, comemora o paciente. Na expectativa de receber alta, ele elogia o atendimento do HRR. “Os técnicos de enfermagem e os enfermeiros são muito gente boa, me tratam muito bem. Nota dez para o hospital”.
Desde que iniciou o atendimento em Ortopedia, em janeiro deste ano, o Hospital Regional de Registro já beneficiou 600 pacientes com cirurgias ortopédicas, com destaque para a artroplastia de quadril (38 procedimentos), artroplastia de joelho (30 cirurgias), reparo de manguito rotador (59) e reconstrução ligamentar de joelho (26), que antes não eram ofertadas pelo SUS no Vale do Ribeira.



ÚLTIMAS NOTÍCIAS