ISG Saúde - Instituto Sócrates Guanaes | isgsaude.orge 

Farmácia do Azevedo Lima aprimora processos com redução nos custos e no tempo de entrega

27 de SETEMBRO de 2019

Por Olenka Lasevitch

 

Há pouco mais de um ano, o Azevedo Lima sofria com os reflexos da crise política e econômica iniciada em 2015, que impactou diretamente nos serviços públicos, como a saúde. Nesta época, os estoques de materiais e medicamentos da Farmácia ficaram baixos, chegando a margens de segurança inferiores a sete dias. Para que não houvesse desabastecimento, e garantir os insumos necessários ao tratamento dos pacientes, os estoques foram reavaliados semanalmente por comissões multidisciplinares constituídas especificamente para este fim e, como se diz popularmente, o Azevedo Lima “fez de um limão uma verdadeira limonada!”

 

Em menos de um ano, com o apoio das comissões multidisciplinares, foi possível racionalizar o uso de materiais e medicamentos e mais do que dobrar as margens de segurança, além de otimizar os processos da cadeia de suprimentos, o que incluiu atividades como:

•           Primar pela padronização dos materiais e medicamentos de melhor custo/ benefício, sempre com o apoio e aprovação das equipes médicas.

•           Designar como “não padrão” os materiais de pouco consumo, que passaram a ser comprados apenas mediante necessidade do paciente. 

•           Implementar as farmácias satélite. Atualmente as unidades de atendimento já contam com farmácias próprias, com exceção do complexo materno-infantil que também terá a sua após as obras previstas para o setor. Estas farmácias estocam os insumos necessários para a assistência de cada unidade, agilizando o atendimento ao paciente, otimizando os fluxos de trabalho e reduzindo o desperdício, devido à dispensação mais adequada dos medicamentos.

“A implementação destes processos só foi possível devido ao apoio das equipes assistenciais, que aderiram à campanha promovendo uma verdadeira mudança de cultura no hospital”, garante a coordenadora da Farmácia, Elizabeth Esteves.

Para a diretora executiva do Azevedo Lima, Claudia Soares, o apoio e expertise da diretoria do ISG foram fundamentais durante o período da crise, tanto que o Hospital não fechou as portas um dia sequer e em nenhum momento houve desassistência dos pacientes. “No fim, saímos fortalecidos. O bom desempenho na Farmácia é um dos exemplos que temos para contar”.






ÚLTIMAS NOTÍCIAS