ISG Saúde - Instituto Sócrates Guanaes | isgsaude.orge 

Primeira embolização com stent feita no HRR beneficia paciente de 73 anos

27 de SETEMBRO de 2019

Sofrendo com fortes dores de cabeça e dificuldades para falar, Dona Maria Nascimento dos Santos, de 73 anos, tinha um grande aneurisma cerebral. Encaminhada ao HRR, ela passou pelo primeiro procedimento de embolização com stent realizado no hospital e hoje comemora o tratamento bem sucedido. “Foi tudo muito bom, estou sendo muito bem atendida”, disse ela, já na Enfermaria, nesta quinta-feira, 26/09. 
A filha Ivanete também não esconde a alegria de ver a mãe recuperada. “Quando ela reclamou da dor de cabeça, eu sabia que algo estava errado. Minha mãe não é de reclamar de nada”, revelou. “O atendimento aqui tem sido maravilhoso. Na UTI, a equipe até cantava para minha mãe. Ela tem recebido muito carinho de todos”, afirmou Ivanete. 
A equipe liderada pelo neurocirurgião Dr. Daniel França realizou o procedimento inédito na segunda-feira, 23/09. É a primeira vez que o procedimento é feito com o uso de stent no HRR. “Ao invés de fazer uma cirurgia convencional, que seria muito mais invasiva e arriscada, optamos pelo tratamento endovascular. Como o colo do aneurisma era muito grande, os espirais usados para desviar o fluxo sanguíneo acabariam saindo. Nesta situação, instalamos um stent para cobrir o colo da dilatação, evitando a saída dos espirais. Dessa forma eliminamos o aneurisma, preservando os vasos cerebrais normais”, explica o Dr. Daniel. 
O stent é uma endoprótese expansível - pequeno tubo feito de uma malha de metal perfurado -, normalmente colocada no interior de uma artéria para evitar a obstrução dos vasos sanguíneos. No caso da embolização cerebral, a prótese evita a saída das molas de platina, que têm a função de impedir que o fluxo de sangue entre no aneurisma, provocando sua trombose controlada e, assim, evitando sua ruptura (sangramento). 



ÚLTIMAS NOTÍCIAS