HRR realiza primeira vídeo-endoscopia cerebral do Vale do Ribeira

01 de MARÇO de 2019

Paciente sofria de hidrocefalia e passou pela cirurgia de alta complexidade nesta segunda-feira, 25 de fevereiro

Com a tecnologia aliada à experiência médica, o Hospital Regional de Registro (HRR) protagonizou um momento histórico na saúde da região ao realizar a primeira vídeo-endoscopia cerebral do Vale do Ribeira. Moradora de Pariquera-Açu, a paciente de 53 anos sofria de hidrocefalia e passou pela terceiroventriculostomia endoscópica na segunda-feira, 25 de fevereiro.

Com cerca de trinta minutos de duração, o procedimento realizado pelo neurocirurgião Daniel França foi um sucesso. “Numa cirurgia convencional, seria colocada uma válvula de derivação, quando um cateter é utilizado para drenar o líquido do cérebro para outra parte do corpo. O risco é o mesmo da endoscopia cerebral, com o agravante de ter um corpo estranho (a válvula) que o organismo pode rejeitar”, explica o Dr. Daniel França. “A paciente sofria de dores de cabeça refratárias à medicação devido à hidrocefalia. Ela tinha uma obstrução no aqueduto cerebral, via de comunicação entre o terceiro e o quarto ventrículo, então optamos pela endoscopia cerebral, um procedimento seguro e minimamente invasivo”.

O endoscópio permite que o neurocirurgião visualize os ventrículos cerebrais em um monitor instalado na sala de cirurgia. A microcâmera aumenta em dez vezes as imagens, permitindo guiar o médico durante o procedimento.

Neurocirurgião há 12 anos, o Dr. Daniel atua em Teresina (PI) e agora também integra a equipe do HRR. “O Vale do Ribeira está de parabéns por conquistar uma estrutura como a do Hospital Regional de Registro, qualificado para realizar cirurgias de alta complexidade”, enfatiza ele.

Para o diretor técnico do HRR, Dr. Antonio Maurício Matsuda, a primeira vídeo-endoscopia cerebral marca o início de uma nova fase na saúde da região. “Com a implantação do Hospital Regional de Registro, nossa população passou a ter acesso a uma série de serviços antes não ofertados pelo SUS no Vale do Ribeira, como cateterismo e cirurgias cardíacas, além de cirurgias ortopédicas de artroscopia, artroplastia de quadril e joelho, reconstrução ligamentar de joelho e reparo de manguito rotador”.

 

SERVIÇOS IMPLANTADOS

O Hospital Regional de Registro foi construído pelo Governo do Estado através do Programa “Saúde em Ação”, da Secretaria Estadual da Saúde, em parceria inédita com o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). Gerido pelo Instituto Sócrates Guanaes (ISG), o HRR é voltado aos casos de média e alta complexidade, com atendimento referenciado, regulado pela Central de Regulação de Serviços de Saúde (CROSS) do Estado de São Paulo - quando o paciente é encaminhado pelos serviços municipais de Saúde (PSF/Pronto Socorro/UPA).

Funcionando desde 29 de agosto do ano passado, o HRR segue um cronograma de implantação pactuado pela Secretaria Estadual de Saúde. Com cinco salas de cirurgia, leitos de Hospital Dia e UTI adulto e pediátrica, o Hospital já está atendendo nas especialidades de anestesiologia, cirurgia cardiovascular, cirurgia geral, neurocirurgia/neurologia, ortopedia clínica e cirúrgica, cardiologia clínica e cirúrgica, otorrinolaringologia e bucomaxilo facial.

Conta com laboratório de análises clínicas e anátomo patológico, eletrocardiograma, eletroencefalograma, ecocardiografia, teste ergométrico, Monitorização Ambulatorial da Pressão Arterial (MAPA), Holter, hemodinâmica, endoscopia digestiva alta (adulto), colonoscopia, ultrassom, ultrassom com doppler, raio X, raio X telecomandado, ressonância magnética, tomografia e hemoterapia.





ÚLTIMAS NOTÍCIAS